anticoncepcional,beleza, moda, saude, higiene, auto-estima, boa forma, dica dos famosos,nome das famosas,a pirula,vidas de artistas famosos,dia d comprimido

Home » Dicas importantes » Tudo sobre o p√≥s-parto

 

Tudo sobre o pós-parto

‚ÄúQuando voltar a tomar a p√≠lula? Quando √© que volta a menstrua√ß√£o? Ap√≥s a gravidez, as minhas ovula√ß√Ķes ficam bloqueadas?‚ÄĚ As respostas a esta e outras quest√Ķes s√£o dada pelo Dr. Lu√≠s Vicente, ginecologista e obstetra do Hospital dos Lus√≠adas.
A maioria das mulheres depois do nascimento primeiro filho t√™m muitas d√ļvidas sobre a primeira menstrua√ß√£o p√≥s parto e a necessidade da toma de uma p√≠lula contraceptiva. Para esclarecer as suas d√ļvidas, o Dr. Lu√≠s Vicente aconselha ‚Äúo rein√≠cio de contracep√ß√£o hormonal com p√≠lula contendo apenas progestativo entre o 14¬ļ ao 21¬ļ dia p√≥s-parto. A toma deve ser reiniciada nesta altura para que se bloqueie a actividade dos ov√°rios e a ocorr√™ncia de ovula√ß√Ķes‚ÄĚ.
Esta p√≠lula tamb√©m √© designada de p√≠lula da amamenta√ß√£o mas deve ser utilizada tamb√©m pelas mulheres que n√£o amamentam, nesta altura do p√≥s-parto. Segundo Lu√≠s Vicente, ‚Äúdurante este per√≠odo, os fen√≥menos tromboemb√≥licos s√£o poss√≠veis de acontecer, facto que pode ser agravado pelas p√≠lulas habituais, que cont√™m tamb√©m estrog√©nios‚ÄĚ, acrescenta o ginecologista.
A p√≠lula atualmente existente inibe a ovula√ß√£o como as restantes p√≠lulas, pelo que tamb√©m √© eficaz fora da amamenta√ß√£o. ‚ÄúA diferen√ßa de n√£o ter estrog√©nios associados implica que n√£o ocorra a hemorragia de priva√ß√£o regular das outras p√≠lulas. N√£o surge uma menstrua√ß√£o normal, podendo acontecer perdas escassas ocasionalmente. As mulheres devem ser informadas que esta situa√ß√£o √© normal, sem estar relacionada com nenhuma sequela do parto‚ÄĚ, adianta Lu√≠s Ferreira Vicente.
Altera√ß√Ķes depois do parto
No p√≥s parto, ‚Äúas altera√ß√Ķes hormonais da gravidez deixam progressivamente de bloquear o funcionamento dos ov√°rios, com a ocorr√™ncia de ovula√ß√Ķes. A hiperprolactin√©mia decorrente da amamenta√ß√£o vem atrasar este processo, pelo que o bloqueio pode persistir durante mais tempo. Como o retorno da actividade depende de cada mulher, recomenda-se sempre a utiliza√ß√£o de contracep√ß√£o durante este per√≠odo‚ÄĚ.
No que respeita √† menstrua√ß√£o, s√≥ acontecer√° ap√≥s o rein√≠cio das ovula√ß√Ķes, podendo ocorrer quatro semanas ap√≥s o parto numa mulher que n√£o amamente.
Ap√≥s este mesmo per√≠odo, a mulher – quer tenha sido submetida a um parto vaginal ou a uma de cesariana – pode voltar a ter rela√ß√Ķes sexuais, ainda que se aconselhe uma consulta anterior de ginecologia. ‚ÄúNas mulheres que amamentam, as altera√ß√Ķes hormonais provocam secura vaginal, pelo que se recomenda a utiliza√ß√£o de um lubrificante vaginal, de forma a evitar a ocorr√™ncia de rela√ß√Ķes dolorosas‚ÄĚ, adianta Lu√≠s Vicente.
No entanto, h√° mulheres que engravidam com muita facilidade. Nesse caso, o ginecologista recomenda que ‚Äún√£o facilitem nada. Um esquecimento na toma da p√≠lula deve ser ultrapassado com a utiliza√ß√£o do preservativo ou com a escolha de um m√©todo independente de esquecimentos como o dispositivo intra-uterino, que pode ser inserido a partir da 6¬™ semana ap√≥s o parto‚ÄĚ
Outros cuidados no pós-parto sugeridos por Luís Vicente
- Os cuidados com o corpo devem ser iniciados logo a seguir ao parto. Deve continuar-se a administração de cremes hidratantes e anti-estrias. (estas surgem com a contracção da pele e não apenas com o seu estiramento).
- O exercício físico deve ser retomado com maior intensidade cerca de 4 semanas depois do parto, devendo existir alguma actividade física desde a primeira semana.
- O uso de cintas ou faixas p√≥s-parto s√£o tamb√©m motivo de controv√©rsia‚Ķ ou de opini√Ķes contr√°rias. Pessoalmente, considero que o estiramento do pavimento p√©lvico durante o parto torna estes tecidos muito el√°sticos. Ao utilizar-se uma cinta ou faixa, estamos a empurrar o √ļtero para baixo, o que pode predispor ao prolapso. Num parto vaginal, a cinta ou faixa deve ser evitada.
Após uma cesariana, recomendo a sua utilização, apenas com o intuito de proteger a zona da cicatriz. Deste modo, não deve ser utilizada muito apertada, mas apenas para dar suporte à zona da sutura.
- O pós-operatório nas mães não se compadece de grandes repousos. Começa logo no dia seguinte a tratar do recém-nascido…
A pílula atualmente existente já inibe a ovulação como as restantes pílulas, pelo que também é eficaz fora da amamentação
No que respeita √† menstrua√ß√£o, s√≥ acontecer√° ap√≥s o rein√≠cio das ovula√ß√Ķes, podendo ocorrer quatro semanas numa mulher que n√£o amamente
A mulher pode voltar a ter rela√ß√Ķes sexuais quatro semanas depois, aconselhando-se, no entanto, uma consulta pr√©via no ginecologista
Os cuidados com o corpo devem ser iniciados logo a seguir ao parto

‚ÄúQuando voltar a tomar a p√≠lula? Quando √© que volta a menstrua√ß√£o? Ap√≥s a gravidez, as minhas ovula√ß√Ķes ficam bloqueadas?‚ÄĚ As respostas a esta e outras quest√Ķes s√£o dada pelo Dr. Lu√≠s Vicente, ginecologista e obstetra do Hospital dos Lus√≠adas.

A maioria das mulheres depois do nascimento primeiro filho t√™m muitas d√ļvidas sobre a primeira menstrua√ß√£o p√≥s parto e a necessidade da toma de uma p√≠lula contraceptiva. Para esclarecer as suas d√ļvidas, o Dr. Lu√≠s Vicente aconselha ‚Äúo rein√≠cio de contracep√ß√£o hormonal com p√≠lula contendo apenas progestativo entre o 14¬ļ ao 21¬ļ dia p√≥s-parto. A toma deve ser reiniciada nesta altura para que se bloqueie a actividade dos ov√°rios e a ocorr√™ncia de ovula√ß√Ķes‚ÄĚ.
Esta p√≠lula tamb√©m √© designada de p√≠lula da amamenta√ß√£o mas deve ser utilizada tamb√©m pelas mulheres que n√£o amamentam, nesta altura do p√≥s-parto. Segundo Lu√≠s Vicente, ‚Äúdurante este per√≠odo, os fen√≥menos tromboemb√≥licos s√£o poss√≠veis de acontecer, facto que pode ser agravado pelas p√≠lulas habituais, que cont√™m tamb√©m estrog√©nios‚ÄĚ, acrescenta o ginecologista.
A p√≠lula atualmente existente inibe a ovula√ß√£o como as restantes p√≠lulas, pelo que tamb√©m √© eficaz fora da amamenta√ß√£o. ‚ÄúA diferen√ßa de n√£o ter estrog√©nios associados implica que n√£o ocorra a hemorragia de priva√ß√£o regular das outras p√≠lulas. N√£o surge uma menstrua√ß√£o normal, podendo acontecer perdas escassas ocasionalmente. As mulheres devem ser informadas que esta situa√ß√£o √© normal, sem estar relacionada com nenhuma sequela do parto‚ÄĚ, adianta Lu√≠s Ferreira Vicente.

Altera√ß√Ķes depois do partoNo p√≥s parto, ‚Äúas altera√ß√Ķes hormonais da gravidez deixam progressivamente de bloquear o funcionamento dos ov√°rios, com a ocorr√™ncia de ovula√ß√Ķes. A hiperprolactin√©mia decorrente da amamenta√ß√£o vem atrasar este processo, pelo que o bloqueio pode persistir durante mais tempo. Como o retorno da actividade depende de cada mulher, recomenda-se sempre a utiliza√ß√£o de contracep√ß√£o durante este per√≠odo‚ÄĚ.
No que respeita √† menstrua√ß√£o, s√≥ acontecer√° ap√≥s o rein√≠cio das ovula√ß√Ķes, podendo ocorrer quatro semanas ap√≥s o parto numa mulher que n√£o amamente.
Ap√≥s este mesmo per√≠odo, a mulher – quer tenha sido submetida a um parto vaginal ou a uma de cesariana – pode voltar a ter rela√ß√Ķes sexuais, ainda que se aconselhe uma consulta anterior de ginecologia. ‚ÄúNas mulheres que amamentam, as altera√ß√Ķes hormonais provocam secura vaginal, pelo que se recomenda a utiliza√ß√£o de um lubrificante vaginal, de forma a evitar a ocorr√™ncia de rela√ß√Ķes dolorosas‚ÄĚ, adianta Lu√≠s Vicente.
No entanto, h√° mulheres que engravidam com muita facilidade. Nesse caso, o ginecologista recomenda que ‚Äún√£o facilitem nada. Um esquecimento na toma da p√≠lula deve ser ultrapassado com a utiliza√ß√£o do preservativo ou com a escolha de um m√©todo independente de esquecimentos como o dispositivo intra-uterino, que pode ser inserido a partir da 6¬™ semana ap√≥s o parto‚ÄĚ
Outros cuidados no p√≥s-parto sugeridos por Lu√≠s Vicente- Os cuidados com o corpo devem ser iniciados logo a seguir ao parto. Deve continuar-se a administra√ß√£o de cremes hidratantes e anti-estrias. (estas surgem com a contrac√ß√£o da pele e n√£o apenas com o seu estiramento).- O exerc√≠cio f√≠sico deve ser retomado com maior intensidade cerca de 4 semanas depois do parto, devendo existir alguma actividade f√≠sica desde a primeira semana.- O uso de cintas ou faixas p√≥s-parto s√£o tamb√©m motivo de controv√©rsia‚Ķ ou de opini√Ķes contr√°rias. Pessoalmente, considero que o estiramento do pavimento p√©lvico durante o parto torna estes tecidos muito el√°sticos. Ao utilizar-se uma cinta ou faixa, estamos a empurrar o √ļtero para baixo, o que pode predispor ao prolapso. Num parto vaginal, a cinta ou faixa deve ser evitada.Ap√≥s uma cesariana, recomendo a sua utiliza√ß√£o, apenas com o intuito de proteger a zona da cicatriz. Deste modo, n√£o deve ser utilizada muito apertada, mas apenas para dar suporte √† zona da sutura.¬†- O p√≥s-operat√≥rio nas m√£es n√£o se compadece de grandes repousos. Come√ßa logo no dia seguinte a tratar do rec√©m-nascido‚Ķ

A pílula atualmente existente já inibe a ovulação como as restantes pílulas, pelo que também é eficaz fora da amamentação
No que respeita √† menstrua√ß√£o, s√≥ acontecer√° ap√≥s o rein√≠cio das ovula√ß√Ķes, podendo ocorrer quatro semanas numa mulher que n√£o amamente
A mulher pode voltar a ter rela√ß√Ķes sexuais quatro semanas depois, aconselhando-se, no entanto, uma consulta pr√©via no ginecologista
Os cuidados com o corpo devem ser iniciados logo a seguir ao parto,

Fonte:http://familia.sapo.pt/gravidez/saude/mae_ideal/1028949.html

« »

One Comment to “Tudo sobre o p√≥s-parto”

  • doutor minha irm√£ acobou de ganhar nenem e estamos numa duvida enorme ,quanto tempo todos os org√£os voltam ao lugar.

Post comment